Conteúdo de graça?

Vamos direto ao ponto;/ “De graça até injeção na testa, eu ouço isso muito. Mas com mais de 30 anos no rádio descobri que isso definitivamente para nós coordenadores e diretores de rádio não funciona.

Quem trabalha de graça?, Bonus?; Grátis?.., Pense um pouco, se algo é grátis ou 80 conteúdos por R$ 80, alguém está sendo sacrificado ou estará sendo escravizado para o serviço, e como isso poderia sair perfeito?, Nuncaaaa..

Eu sou do tempo da cartucheira e do toda disco a “manivela”, e até hoje nunca tinha ouvido tamanho absurdo, “Dono de uma produtora de conteúdo” me procurou para gravar 01 programa diário de 2 horas, segunda a sexta, e teve a pachorra de me oferecer R$50,00 por mês para tal serviço, e ainda me confirmou que todos que gravam hoje para ele, ganham os mesmos R$ 50,00 por mês.

Pensei em denunciar esse abuso na nossa área, mas como ele me disse isso já virou costume, analisei e cheguei a conclusão: Conteúdo barato, muitoooooo barato, é com certeza mão de obra escrava em pleno século 21, no Brasil.

Por favor, pense duas vezes antes de ajudar esse tipo de “EMPREENDEDOR”,…………… E SE PUDER E ACHAR CONVENIENTE, DENUNCIE.

Resultado de imagem para ESCRAVO

ESCRAVIDÃO:\ Já era néh?

Deixe uma resposta